Buscar
  • Alessandro Martins

Como separar o dinheiro da empresa do dinheiro pessoal?


Misturar as finanças pessoais com as da sua empresa pode ser a coisa mais simples de se fazer, quem administra de frente a empresa sabe como é fácil disso acontecer. Essa confusão é prejudicial para a empresa e pode ser evitada com as dicas abaixo.


É preciso tomar certos cuidados, como realizar registros separados, evitando, assim, uma possível "dor de cabeça''.


Aqui vão algumas dicas para você conseguir separar sua grana e organizar tudo da melhor forma possível. Vamos lá?


01- Organize-se. Primeiro reúna informações sobre todos os gastos da empresa, tudo o que sai e entra do caixa e pendências financeiras, como aqueles boletos antigos ou empréstimos. Depois que tudo estiver bem organizado, separe em dois grupos: vida pessoal e empresa. Pode usar uma planilha caso esteja com dificuldades na hora de montar as anotações. Não se esqueça de guardar esse documento em uma pasta de fácil acesso.


02- Separe suas contas. Lembre-se: Manter as finanças pessoais e da empresa juntas é complicado. Por isso, crie contas separadas, podendo ser no mesmo banco ou não. Pesquise os benefícios de cada instituição e encontre a que melhor se adequa a seus objetivos.


03- Crie seu próprio salário. Isso ajudará a ter um controle financeiro maior e evitar que o dinheiro que você tira da empresa seja diferente todo mês, tanto para mais quanto para menos. Assim, você deixa de usar o dinheiro da empresa para pagar seus boletos. Fixar essa despesa é um ótimo exercício para você criar um controle financeiro pessoal também.




04- Determinar o pró-labore. Caso você tenha uma sociedade, é interessante determinar o rendimento mensal que todos os sócios terão direito. Crie um salário para cada um de acordo com as atividades que eles exercem na empresa, esse é um ótimo jeito de manter o financeiro estável. Porém, há casos em que os sócios contribuíram apenas para a abertura da empresa, neste caso o ideal seria determinar a quantia mensal que eles devem receber.


05- Planeje-se financeiramente para usar o dinheiro da empresa durante todo o ano sem perder o controle de entrada e saída do caixa. Controle gastos, preste atenção no fluxo do caixa, controle o estoque… Dessa forma, você vai conseguir administrar bem o lucro.


06- Não faça empréstimo pessoal para a empresa. É importante ter em mente que não se deve misturar as finanças, certo? Você deve ter sua conta pessoal e uma outra conta empresarial. Então, caso precise de um empréstimo para sua empresa, negocie com o banco diretamente da conta dela. Deixe sua conta pessoal para resolver os seus problemas financeiros pessoais.


Mas, fique atento a um detalhe: mais importante do que criar um planejamento financeiro é segui-lo. Por isso estamos aqui tentando te ajudar a vencer todos os obstáculos para ter uma vida financeira saudável. É preciso de muita disciplina e profissionalismo que são indispensáveis para todo empreendedor que busca bons resultados.

13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo